quarta-feira, 2 de abril de 2014

Riscos na gestação: como identificar

Durante a gestação ocorrem mudanças físicas e emocionais. Essas mudanças podem gerar medos, angústia, dúvidas ou curiosidade do que acontece com o desenvolvimento do bebê dentro do ventre materno. Por isso, é muito importante acompanhar a gestante desde o início da gestação, incentivando-a a fazer o pré-natal. É no pré-natal que a gestante tem o acompanhamento do seu ganho de peso, do crescimento do bebê, da pressão do sangue e onde ela faz todos os exames necessários para prevenir ou tratar algumas doenças que podem surgir ou se agravar nesse período. Aqui você vai saber como ter uma gestação saudável, como perceber e agir em caso de sinais de risco e como garantir uma gestação de qualidade e com mais saúde para você e para o bebê.
Acompanhamento da gestante - a importância do pré-natal

Toda mulher ao longo do período da gestação sente vários sintomas e dores, algumas gestantes tem até problemas sérios. Por tudo isso é importante que a gestante e a família saibam identificar os sinais de risco na gestação, sinais que podem indicar que alguma coisa não vai bem e que a gestante deve ser encaminhada o quanto antes ao serviço de saúde. E para entendermos mais sobre os sinais de risco na gestação, a entrevista desta semana é com Regina Reinaldin – enfermeira da coordenação nacional da Pastoral da Criança.

Inicialmente, explique o que pode ser considerada uma “gestação normal”?

 regina-reinaldin-enfermeira-da-pastoral-da-crianca
 Regina Reinaldin - Enfermeira da Pastoral da Criança
A gestação normal pode ser apontada através da realização de exames laboratoriais, que toda  gestante deve fazer, que apontam que a gestante e sua saúde estão bem e está normal. Neste caso a gravidez segue sem maiores intercorrências. A gestante se alimenta bem, é ativa, não apresenta sinais de riscos e o bebê se desenvolve de modo satisfatório.

As vezes as coisas não vão bem e temos o que se denomina “gestação de risco”, explique o que caracteriza uma gestação de risco?

É a gestação que apresenta qualquer tipo de doença ou condição que prejudique a boa evolução desta gestação. Isso pode acontecer quando a idade da gestante for menor que 17 anos ou maior que 35 anos. Doenças prévias na gestação, doenças que apareça na gestação, uso de drogas, fumo, álcool ou intercorrências espontâneas como: deslocamento da placenta, hipertensão, infecções urinarias, sangramentos, inchaços, diabetes contrações precoces ou outras intercorrências.

Como a idade da mulher que está grávida interfere na gestação?

Antes dos 17 anos de idade, o aparelho reprodutor feminino não está totalmente  desenvolvido. No caso das mulheres acima de 35 anos é mais difícil engravidar pois a mulher tem menos óvulos e é menos fértil e quando engravida-se mais velha a possibilidade de ter filhos com alguma síndrome aumenta e durante a evolução da gravidez é maior o risco de desenvolver hipertensão e diabetes. A idade ideal para engravidar, segundos os médicos, é entre 17 e 28 anos.

Que doenças a mulher pode ter antes de ficar grávida e que durante a gravidez podem trazer sérios problemas?

Se a mulher tiver diabetes, cardiopatias, algumas doenças sexualmente transmissíveis, hipertensão ou se ela for obesa.

Que doenças podem aparecer durante a gestação?

Especialmente a hipertensão gravítica, diabetes gestacional e infecções urinárias. Contudo a gestante precisa estar alerta, para não contrair outras doenças que podem trazer complicações para o bebê como: rubéola, malárias e as DST's.

O que é a hipertensão na gestação?

A hipertensão específica da gravidez recebe o nome de pré-eclampsia. Em geral ela acontece a partir da vigésima semana especialmente no terceiro trimestre. A pré-eclampsia pode evoluir para eclampsia que é uma forma mais grave da doença e que põe em risco a vida da mãe e do bebê. A eclâmpsia e pré-eclâmpsia é a pressão alta. Os sintomas da eclâmpsia são convulsões, perturbações visuais, sangramento vaginal e pode levar a mulher ao coma.

Qual é o perigo do diabetes gestacional?

O diabetes é uma doença causada pelo aumento do açúcar no sangue, a gestante que está com essa doença vai perceber que está urinando mais, que sente mais sede, mais fome, terá problemas visuais, cardíacos e renais.

E as infecções urinárias?

As infecções urinárias são causadas por bactérias do intestino. Estas bactérias são encontradas na urina. As complicações são: aborto espontaneo, anemia da mulher, maior chances de parto prematuro e também comprometimento do rim. Quando as infecções urinárias atingem o rim, pode-se ter febre e dor também nas costas.
Para prevenir é importante tomar muito líquido, quando for urinar procurar esvaziar completamente a bexiga, e se perceber esses sintomas procurar logo o médico. Não esperar até a próxima consulta pois assim o médico irá receitar a medicação e quanto antes a mulher começar o tratamento melhor.

Qual é a importância do pré-natal numa gestação de risco?

É fundamental que a mulher faça o quanto antes o pré natal. A mulher deve fazer todos os exames e ser bem orientada sobre as dietas, aleitamento materno, ter uma boa avaliação e identificar todos os riscos que ela possa vir a ter.

Nenhum comentário:

Postar um comentário