segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Oração do Abandono

Oração do Abandono

Providência de Deus, admirável e divina Providência!
Providência infinitamente clarividente!
Vós vedes tudo antecipadamente, e provedes a tudo.
Providência infinitamente sábia que governais tudo harmoniosamente e com exatidão.
Eu Vos adoro em todas as vossas disposições.

Abandono-me a Vós sem reserva.
Coloco minha vida em vossas mãos.
Confio-vos o cuidado de meu corpo e de minha alma,
de minha vida e de minha morte e, sobretudo, de minha salvação eterna,
na firme convicção de que não posso estar melhor do que em vossas mãos.

Não quero, de agora em diante, governar-me a mim mesmo.
Quero deixar-me governar, em tudo, pela Providência.

Não quero me entregar às inquietações inúteis e nem a cuidados supérfluos.
Quero fazer apenas o que Deus me pede, confiando à Providência 
o sucesso de todos os meus trabalhos.
Esperarei tudo de sua bondade e descansarei inteiramente nela.

Não empreenderei nada que não tenha confiado à Providência, e,
em todas as minhas dificuldades e embaraços,
recorrerei sempre a ela como a um recurso infalível.

Colocarei nela toda a minha confiança. 
Espero que me preserve dos males,
e que me dê forças para suportar com paciência os que me enviar,
para que me sejam salutares.
Não temerei senão o único mal que é o pecado.

Terei sempre diante dos olhos esta verdade:
tudo o que acontece é uma disposição e um efeito da Providência.
Deus cuida de mim como se eu estivesse sozinho no mundo.

Assim, tranquilo com tudo, e alegre por tudo,
quero viver e morrer sob o domínio e sob as ordens da Divina Providência.
Não quero me separar dela um só instante.

Não a anteciparei em nada. Não a precederei nunca.
Esperarei com paciência os momentos que ela ordenar e determinar.
Procurarei estudá-la e segui-la até nas menores coisas.

Amém!

Nenhum comentário:

Postar um comentário